Através da sua experiência e das lições da História, Adriano Moreira faz uma radiografia sábia do contexto estratégico mundial, analisando os conflitos com as suas agulhas próprias: a política internacional e nacional, as parcerias, a importância da diplomacia, os objetivos do milénio, a crise do globalismo e a especificidade dos países que entram neste tabuleiro de contornos incertos: EUA, Rússia, Ucrânia, China, Euráfrica. Percorre também as áreas nebulosas da Europa e de Portugal e os horizontes de futuro.