Um livro essencial que se foca numa das mais prementes e disseminadas questões educativas dos dias de hoje: os efeitos da superestimulação (excesso de tecnologia, excesso de actividades extraescolares) no desenvolvimento infantil: a apatia das crianças, a falta de interesse por tudo (desde a escola à própria brincadeira). Como motivar crianças que não sabem sequer brincar, estudar, conversar, ouvir - ou esperar.

Por que temos cada vez mais crianças mais impacientes e agitadas? Crianças que perguntam: «A que brinco agora?» e que dizem, com o quarto repleto de brinquedos: «Não tenho nada para fazer!...» E como resolver este contra senso.


Educar na Curiosidade é um livro imprescindível para recuperar a essência da infância e repensar aquilo que a natureza da criança reclama: o respeito pelos seus ritmos, a sua inocência e o seu sentido de mistério.