O Senhor Doutor Avelãs Nunes ouviu a Redação, mas não deu valimento ao argumentário expendido. Considerou-o apenas para melhor o desconsiderar. Ficaram assim os membros deste órgão definitivamente obrigados à assunção de maiores responsabilidades. Elas serão cumpridas, no respeito pela instituição que servimos e no imperativo de honrar aqueles que nos precederam.
Liberto da Direção, o Doutor Avelãs Nunes não se liberta deste Boletim. Mantém os laços da escrita e da publicação, reserva-nos o privilégio de nos permitir acolher nestas páginas os resultados do seu labor científico. O presente número bem testemunha a generosidade do Autor para com a Revista, o vigor da sua escrita, a primazia do seu contributo, e permite-nos aceitar que as tarefas da direcção se remetam para um segundo violino a liderança nesta orquestra não muda de mãos.
Coimbra, 16 de Janeiro de 2014.
Pela Redação do Boletim de Ciências Económicas:
Luís Pedro Cunha
ARTIGOS | ANTÓNIO JOSÉ AVELÃS NUNES — O Euro: das Promessas do Paraíso às Ameaças de Austeridade Perpétua | MARIA INÊS DE OLIVEIRA MARTINS — Do Direito à Segurança Social | MANUEL FONTAINE CAMPOS — A Concessão de Ajudas Públicas até à II.ª Guerra Mundial: Fundamentos Históricos da sua Regulamentação Internacional | JORGE NUNES LOPES — Moeda e Regulação Bancária: Crises, Interesse Próprio e Mercado | MARCELLY FUZARO GULLO — A Compensação Monetária como Sugestão de Fortalecimento ao Sistema de Solução de Controvérsias da OMC | MARTA COIMBRA — O Acordo TRIPS na Dinâmica do Comércio Internacional | JOSÉ MANUEL QUELHAS — Nótulas sobre a Reforma do Sector Bancário da União Europeia após a Crise Financeira de 2007 | RECENSÃO | MARIA MATILDE LAVOURAS — Les Politiques Budgétaires dans la Crise: Comprendre les Enjeux Actuels et les Défis Futurs (Carine Bouthevillan, Gilles Dufrénot, Philippe Frouté, Laurent Paul)