"Não é besteira vó, é brinquedo!"
Assim como na frase acima, o autor utiliza-se de exemplos extraídos do dia a dia como se estivesse garimpando em um manancial com fartura de pedras preciosas, que, seguramente pode ser encontrado em cada criança.