Atualizado com o Dec.-Lei n.º 6/2013, de 17/01



O tema é delicado, não fôra o funesto que constitui a perda de liberdade
que , no final, pode ser consequência da prática de crimes tributários.
Daí, o merecimento que se lhe deve, a justificar a saída a lume desta nova edição.