Um homem deixa-se influenciar pela inexorável passagem do tempo, à medida que caem folhas de uma árvore. Sentado num banco de jardim, não age, mas pensa. Em quê? Página a página, uma pequena história para desdobrar até à surpresa final.