Verão de 1480. O aclamado advogado florentino Guid’AntonioVespucci regressa a Itália depois de uma missão governamental, mas encontra frustrados os seus sonhos de paz.
Saqueadores turcos terão raptado da cidade uma jovem e bonita rapariga, e tê-la-ão vendido como escrava. Além disso, um dos quadros da capela da família de Guid’Antonio mostra agora uma Virgem Maria a chorar.
Os florentinos, zangados e receosos, interpretam estes acontecimentos como sinais da fúria de Deus perante o seu apoio ao líder da cidade, Lorenzo de’Medici, e à recusa de Lorenzo em acabar a guerra com o papa.
Na iminência de perder o controlo sobre a cidade, Lorenzo encarrega Guid’Antonio, seu amigo e fiel aliado político, da investigação do misterioso quadro e do desaparecimento da bela rapariga.